quarta-feira, maio 14, 2014

Crónica Eurovisiva 2014


Já há uns anos que deixei de ter vergonha de assumir que adoro o festival da Eurovisão e como tal, não consigo deixar de escrever sobre o que se passou por Copenhaga neste último sábado. Tal como no ano anterior, fiz as minhas apostas e estive bastante certeiro, tanto nos melhores como nos piores do ano.

O meu top 10 era:
1º - Áustria
2º - Suécia
3º - Ucrânia
4º - Arménia
5º - Hungria
6º - Polónia
7º - Grécia
8º - Dinamarca
9º - Finlândia
10º - Rússia

Acertei em 7, inclusivamente no vencedor, para mim, bastante óbvio este ano. Óbvios também foram os flops do ano.

O meu top dos piores era:
1º - Bielorrússia
2 º - França
3 º - São Marino
4 º - Malta
5º - Alemanha


26º Lugar - FRANÇA
Prémio "Homens da Luta"
Eles bem tentarem ser modernos, e conseguiram, foram tão, tão, tão modernos que tiveram apenas 2 pontos. Como tal, ganham o prémio "Homens da Luta", porque tal como eles em 2011, teriam de ter muita fé para não ficar em último na semi-final caso precisassem passar por ela. Nem em inglês se safavam, porém, atribuí-lhes o penúltimo lugar. Sobrevalorizei-os claramente.



25 º Lugar - Eslovénia
Prémio "Não Há Eurovisão Sem Flauta"
Fraquinha, fraquinha, nem apostava para ter passado à final. E para uma flauta fazer boa figura é preciso muito mais do que isso. No ano passado já não tinha apostado na Dinamarca por causa da flauta me deixar chei'da nerves e vai-se a ver, a miúda ganhou aquilo. Mas dois anos seguidos não vai dar.



24 º Lugar - São Marino
Prémio "Desmacha-Prazeres"
A música é uma seca descomunal e a forma como ela diz "Maybe" dá-me vontade de expelir conteúdo gástrico. No entanto tenho de a aplaudir porque conseguiu ficar em 10º lugar na semi-final, apenas 1 pontinha à frente da Suzy. Por esse motivo o prémio "Desmancha-Prazeres" não é necessariamente depreciativo. 



23º Lugar - Malta
Prémio "Voltando a Casa Casa (Sem Nada)"
Apostei em Malta para ficar nos últimos 5 apesar de não a achar terrível. Até gosto de algumas coisas da música. Alguns instrumentos, vá. Não sei bem, tinha o pressentimento que ia ter uma classificação catastrófica, apesar de ser queridinha e fofucha como a que levaram no ano passado que eu apostei (e ficou) nos 10 primeiros. O prémio atribuído é um triste trocadilho com o nome da música porque eu sou muito parvo.



22º Lugar - Azerbeijão
Prémio "Não-Era-Assim-Tão-Má-Para-Esta-Classificação"
Costumam ser sempre candidatos à vitória, no ano passado tinha apostado neles para vencedores, mas ficaram atrás da Dinamarca. Este ano não achei definitivamente que pudessem ganhar, mas, e apesar de não a ter posto no meu top 10, trocaria claramente pela Rússia. Ficou muito mal classificada na minha opinião.



21º Lugar - Itália
Prémio "Emma, a Princesa Romana"
Um pop-rock demasiado previsível, sem grande chama, sem piada, adivinhava-se uma classificação na segunda metade da tabela. Leva a coroa de louro como compensação.


20º Lugar -Grécia
Prémio "Salto Mais do Que Tu"
Lixaram-me o top 10, a música não era fabulosa, mas pensei que fosse o suficiente para ficarem lá para 7º nem que seja pelos bons resultados consistentes todos os anos. Enganaram-me por causa da cama elástica.



19º Lugar - Montenegro
Prémio "Seca do Ano"
Desculpem, não consigo nutrir qualquer tipo de emoção para além de um longo bocejo de 3 minutos.



18º Lugar - Alemanha
Prémio "Matem-me Devagarinho"
Eh paaaaaa, só foram à final porque têm lugar garantido todos os anos. Não encontrei piada em nenhuma parte. Foi doloroso e senti que tinha perdido 3 minutos de vida. Ponderei jogar-me pela janela, felizmente detiveram-me a tempo e agora estou a escrever estas porcarias.



17º Lugar - Reino Unido
Prémio "Volte a Tentar para o Ano"
Serei o único a achar que o Reino Unido é dos países mais descontextualizados do festival? Não entendo como é que podem produzir a melhor música pop que temos na Europa (e a Suécia) e depois apresentem porcarias atrás de porcarias todos os anos. A miúda até parece ter uma voz simpática, mas foi tudo tãooooo sem sal. 



16º Lugar - Bielorrússia
Prémio "Azeite"
Queria ter atribuído este prémio à Suzy mas ela não estava lá. Uma pena. Fala de cheesecake. A sério. De cheesecake. Em quem devo bater?



15 º Lugar - Islândia
Prémio "Power Rangers"
Não estava no meu top 10 mas por questões estratégicas, já que eu sabia que nunca ficaria nos primeiros lugares. Gostei da música, é estupidamente viciante e eles têm muita pinta. Pareciam Power Rangers e estive o tempo todo à espera que aparecesse algum monstro para eles entrarem em acção, mas a Suzy já tinha voltado para casa.



14 º Lugar - Polónia
Prémio "Miley Cyrus"
ADORO! É claramente das minhas preferidas, especialmente por serem umas badalhocas assumidas de primeira categoria. Tinham mamalhudas a lavar roupa e a fazer manteiga de forma sensual e porca ao mesmo tempo. O vídeo começa com vacas a mugir e galinhas a cacarejar. E JURO que gosto mesmo da música, nem que seja porque não era uma balada como 95% do festival. Porém, estragou-me as estatísticas. Vão levar naquele lombo quando as apanhar a jeito.



13º Lugar - Suiça
Prémio "Neutralidade"
Não é má nem é maravilhosa. Não mata ninguém dos nervos nem mete ninguém a dançar em cima da mesa. Gosto do assobio, do violino e o rapaz tem pinta. Mas é a Suiça, e como tal, fica ali mesmo no meio da tabela sem aborrecer ninguém.



12º Lugar - Roménia
Prémio "Luís de Matos"
Fala de magia e começa com efeitos especiais tão manhosos que quase desejei ser esmurrado no estômago. É toda regadinha a azeite Gallo, como é hábito nas representações romenas, que por alguma razão tendem a ser sobrevalorizadas. Para o meu gosto, ficaria lá no fundo da classificação, mas já havia vários galos para esse poleiro.



11º Lugar - Finlândia
Prémio "Quero Ouvir Mais Coisas Deles"
É uma música que sei que vou ouvir no meu iPod, um pop/rock muito bom e tive pena que não tivessem ficado mais acima na classificação.



10º Lugar - Espanha
Prémio "Portugal Odeia-vos"
A música é jeitosa para efeitos eurovisivos. Este ano não foram tão pirosos como costumam ser e ela é gira e canta bem. Ficou à entrada do top 10, é justo. Mas Portugal hipotecou as hipóteses de ganhar uns pontinhos deles para o ano, já que por alguma razão peregrina, demos-lhe... zero pontos. E eles até tinham dado 8 pontos à Suzy na semi-final. O Emanuel estava em Badajoz certamente.



9º Lugar - Dinamarca
Prémio "Vamos Ser Divertidos Mas Sem Comprometer"
É animadinha, bem disposta, não dá muito que pensar e serve para ficar ali, quietinha e para o ano já ninguém se lembra.



8º Lugar - Noruega
Prémio "Bicho Carpinteiro"
Não gostei da música em contextos eurovisivos e ponderei a morte medicamente assistida durante a actuação, mas agora que já passaram três dias e que o oiço no iPod, até gosto da musiqueta. É triste, melancólica, deprimente, tal como eu seria se vivesse na Noruega. Mas gosto.



7º Lugar - Rússia
Prémio "Saylor moon's Siamesas"
Não gosto da música. O meu voto foi meramente estratégico porque sei que eles ficam sempre nos primeiros lugares mesmo que levem velhotas desdentadas, que aliás, foram bem melhores que estas miúdas no ano passado. Foi uma tentativa vã de levar uma música que diga na letra coisas bonitas sobre a humanidade, quando todos sabemos que podem ser um perigo eminente para essa mesmo humanidade. Foram assobiadas a noite inteira e ficaram uma posição atrás da Ucrânia e seis da Conchita. Aposto que tirou o sono a alguns. Ah, é verdade, o Rui Andrade estava por lá. Entrou e fechou um leque gigante. Foi o mais longe que um português já foi desde que existem semi-finais.



6º Lugar - Ucrânia
Prémio "Eu Tenho um Hamster e Tu Não"
Apostei para ficar em 3º e não falhei por muito. A Ucrânia nunca foge a este registo e costuma dar-se bem. Em equipa que ganha não se mexe e ainda bem que não se dedicaram às baladas como quase todos os outros.



5 º Lugar - Hungria
Prémio "Rosa Mota"
Das poucas que já conhecia e gostava antes de assistir ao festival. É um pop muito simpático e das melhores músicas que já ouvi da Hungria que não costuma ser nada memorável. Assim de repente não me lembro de nenhuma participação anterior, são quase tão maus como nós, digo quase porque só com o "Running" conseguiram melhor que nós com a Lúcia Moniz em 96.



4 º Lugar - Arménia
Prémio "Primeiro Estranha-se, Depois Entranha-se"
Quando comecei a ouvir na primeira semi-final achei má. Depois a música foi avançando e já houve uma parte que até gostei. Passou à final e ouvi novamente. Já comecei a achar que tinha qualquer coisa de bom. Apostei para o top 10 mas hoje colocaria no meu top 3 de certeza. Adoro!



3º Lugar - Suécia
Prémio "Água Mole em Pedra Dura"
A mulher participou 7 vezes até conseguir vir à Eurovisão, só por isso já merecia o pódio. Mas indepententemente disso, a música é boa e o pódio era bastante óbvio. Pensei que fosse a única música capaz de fazer cócegas à da Áustria, mas pelos vistos teve uma adversária a intrometer-se no segundo lugar. Para a Suécia tanto faz, todos sabemos que é uma questão de tempo a próxima vitória deles. 


2 º  Lugar - Holanda
Prémio "Faith Hill e Tim McGraw"
Foi para mim a surpresa da Eurovisão. A música é engraçadita para quem gosta de música country, o que não é bem o meu caso. Em contextos europeus jamais imaginaria que fosse ficar em 2º, na verdade, era algo tão diferente do que estamos habituados que se tornava uma incógnita a classificação final. Não é das minhas preferidas, mas também não acho mal. Preferi a Anouk no ano passado. Já começam a ameaçar, estes holandeses.



1º Lugar - Áustria
Prémio "Gillete"
A Conchita tem uma barba mais perfeita que a minha o que me leva a crer que a minha assimetria nunca me deixaria ganhar um evento destes. Apostei nela para vencer e não falhei desta vez (antes, só com o Alexander Rybak é que tinha acertado). A música é óptima, podia ser banda sonora de um filme do James Bond, mas infelizmente acho que será mais associada às noites do Finalmente. Gosto também da voz, da mensagem, da atitude e do facto de ter recebido 12 pontos de tantos países, incluíndo Portugal. 



1 comentário:

Caesarlivenloud caesarlivenloud disse...

Li algures que a barba da Conchita levou uns retoques de tinta/make-up para ficar assim tão perfeita :)

tb apostei na Conchita para vencer ou a Holanda. Meu top 3 ficou certinho :)

Os Franceses até que me cativaram com o tema, tipo LMFAO franceses, MUITO melhor que a porcaria de Maybe de San Marino.

Em relação à Espanha... POrtugal foi tão mauzinho, 0 pontos? É o que nos espera na próxima semi-final (sim semi final e não final lol) se forem rancorosos.