quinta-feira, janeiro 23, 2014

O PES podia morar aqui II

Aproveitando o facto de ter voltado a chover no quarto da Sé, pensei assim: "Se calhar devia mudar de casa, para uma onde não me chova em cima da cama". E encontrei-a. Pertence à Graça, que é um bairro que me apraz e fiquei a achar que esta casa me merecia. Sei lá, acho que vou bem com os azulejos. É um bocadinho maior, mas com sorte, perco apenas dois dias por semana para limpá-la. Tem até um piano, aquele instrumento que eu tão bem domino e a Regina Spektor já me mandou mensagem a dizer que está louca para ir lá a casa tocar umas músicas ao piano. Mas o que me cativa mesmo é o facto de ter banheira, sabe Deus como eu adoro um bom banho de imersão. Lá fora tem um bocadinho de terra para plantar umas ervinhas aromáticas e transplantar a minha buganvília que está a falecer num vaso pendurado na janela. Achei a cozinha um bocado vazia, falta-lhe empregados e cozinheiros. A vista podia ser melhor, mas pronto, não se pode ter tudo. Apesar destes vários defeitos, acho que me mudava para lá, mas apenas porque aparenta ser uma casa onde não chove no quarto. Ainda bem que sou uma pessoa de gostos simples.

















Caso alguém se queira antecipar, pode encontrar mais informações aqui.

2 comentários:

Caesarlivenloud caesarlivenloud disse...

só 8.82 milhões? Tá uma pechincha. 10 quartos. Perfeita!! :)

Pedro Espírito Santo disse...

Sim, com 10 quartos já consigo receber visitas e organizar pijama parties!